terça-feira, 19 de abril de 2022

Que Túmulo em Que Talhão

 



Na manhã anémica,
dá caça à águia-rateira
um bando de pegas
acossadas.

Morna e latejante,
nas garras da águia,
debate-se
uma cria de pega,
do primeiro voo
extasiada.

Acolitando
tão inapelável
baptismo,
sobem em volutas
as litigantes,
aspergindo salpicos
de bílis
e de sangue,
em aflitivo
encarniçamento.

Ecoa a refrega
por todo o olival.
Vacilam astros
desorbitados.
Estaca no céu
o sol.
Floresce negra
a lua jazente.

Na terra escura,
firma-se
cega e inopinada
a junça preclara.


Indómita,
a águia jejua.

Sem comentários: