quarta-feira, 15 de abril de 2009

Escrever. Uma dádiva ou um roubo? Não se entra pelo próprio pé nos domínios divinos. A força consciente nunca é bastante. Direi então que Deus compensa o crime com a dádiva e que a ausência de crime impossibilita a dádiva de Deus.

Sem comentários: