domingo, 1 de setembro de 2013

No estendal, a ousada lingerie de uma mulher da vida desperta desejos matinais. Da mesma forma, este que escreve expõe as suas vergonhas. Húmido e sórdido é o sonho.

Sem comentários: